Seguidores

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Supervisor na História



Supervisor na História

Numa época em que o Brasil
Está eivado de individualista
Que visa o ter mais que o ser, de gente hostil.
Que vive sob o poder do sistema capitalista.

Surge, então, a figura
Daquele que vem para supervisionar
Pautado numa linha dura
O supervisor chega para inspecionar.

É trabalhado para controlar a ação docente
Dando ênfase a burocracia
Realizando atividades do professor regente,
Controlando o horário e gerando rebeldia.

É visto pelos colegas como um ser
Que não impõe sua vontade
Ofuscado pelos que detém o poder
Usando-o para dominar a sociedade.

Assim foi concebido o supervisor
Muito distante da imagem
De ser um legitimo mediador
Em prol do processo ensino-aprendizagem.

Após muitos conflitos superados
Vê-se romper as algemas da ação conservadora
Valores são repensados
Em função de uma educação humanizadora.

O supervisor passa a ser um intercessor
Entre o saber fazer, o saber ser e o saber agir.
Propondo nova forma de pensar ao professor
Motivando e inovando o seu produzir.




Um comentário:

JOSENI DE LIMA disse...

Supervisor na História

Numa época em que o Brasil
Está eivado de individualista
Que visa o ter mais que o ser, de gente hostil.
Que vive sob o poder do sistema capitalista.

.....

Como iremos supervisionar essa nossa história atualmente??